Dez coisas que pessoas genuinamente confiantes fazem de maneira diferente

Dez coisas que pessoas genuinamente confiantes fazem de maneira diferente

Um estudo recente na Universidade de Melbourne mostrou que pessoas confiantes ganham salários mais altos e são promovidas mais rapidamente do que qualquer outra pessoa.

De fato, pessoas confiantes têm um impacto profundo sobre os outros. No entanto, elas só conseguem porque são focadas e impulsionadas por alguns hábitos citados abaixo:

FALAM COM CONVICÇÃO

Pessoas confiantes falam com convicção porque sabem que é difícil fazer com que os outros escutem se não passarem suas ideias com firmeza.

PROCURAM AS PEQUENAS VITÓRIAS

Pessoas confiantes gostam de se desafiar e competir, mesmo quando seus esforços geram pequenas vitórias. As pequenas vitórias criam no cérebro uma reação química relacionada à recompensas e motivação. Aumenta a confiança e disposição para enfrentar desafios futuros.

 SE EXERCITAM

Um estudo realizado no ”Eastern Ontario Research Institute” descobriu que as pessoas que se exercitaram duas vezes por semana durante dez semanas se sentiram mais competentes social e acadêmicamente. A imagem pessoal e a autoestima encontra-se num patamar mais alto.

NÃO PROCURAM ATENÇÃO

 Pessoas confiantes sabem que ser você mesmo é muito mais eficaz do que tentar provar que você é importante. Quando recebem elogios por algo que realizaram rapidamente mudam o foco para todas as pessoas que trabalharam duro em ajudá-las a chegar lá.

NÃO JULGAM

As pessoas confiantes não julgam os outros porque sabem que todos têm algo a oferecer. Comparar-se com outras pessoas é limitante.

A FELICIDADE VEM DE DENTRO

 A felicidade é um elemento crítico de confiança pois é necessário ser feliz com você mesmo. As pessoas confiantes obtêm seu senso de prazer e satisfação de suas próprias realizações, ao contrário do que os outros pensam de suas realizações.

OUVEM MAIS DO QUE FALAM

As pessoas confiantes ouvem mais do que falam. Sabem que ao ouvir e prestar atenção aos outros é muito mais provável que aprendam e cresçam.

ASSUMEM RISCOS

Quando as pessoas confiantes veem uma oportunidade, elas aceitam. Em vez de se preocupar com o que poderia dar errado, elas se perguntam: “O que está me impedindo?” “Por que não posso fazer isso?” E elas fazem. O medo não as impede porque sabem que, se nunca tentarem, nunca terão sucesso.

NÃO TÊM MEDO DE ESTAREM ERRADAS

 Pessoas confiantes não têm medo de passar por situações onde erram. Aprendem muito com os erros. Sabem do que são capazes e não tratam o erro como um problema.

CELEBRAM OS SUCESSOS DOS OUTROS

As pessoas confiantes concentram-se nas situações externas, o que lhes permite ver todas as coisas maravilhosas que as outras pessoas fazem desta forma compartilhando o sucesso.

 

 

Fonte: Trechos do texto do Dr.Travis Bradberry publicado no ”Association for Talent Development Education Community”.

Traduzido e adaptado por Gilda Palhares.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dia Internacional da Mulher: uma Reflexão!

Dia Internacional da Mulher: uma Reflexão!

Dia 8 de março. O que nós mulheres temos a lembrar, a celebrar?

Certamente muito. Avanços contínuos e incessantes em termos de inclusão, em todas as áreas das atividades humanas, sempre em movimento… (alguns dizem que desde a Revolução Francesa/Iluminismo.)

Mudamos e somos mudados cotidianamente quando na relação com nossos pares e com o ambiente que nos cerca. Não estagnarmos é de fato uma meta. Isto vale para todos.

Pessoalmente não sou afeita às comemorações deste dia. É que me dá uma sensação de “coisificação” … penso: tanto foi feito para não mais ocuparmos esse lugar, não é?  Mas se é para celebrarmos a vida e suas mudanças, contem comigo. Sempre.

E aqui estamos: mulheres, parceiras, empresárias, mães, presidentes, amigas, funcionárias, avós, sonhadoras, donas de casa… enfim: donas de nossos narizes, na medida do possível, naturalmente.

Adoramos estar com outros, de  acrescentarmos valor por onde passamos.  Mas isto não nos define.

LIBERDADE, esta me parece ser a palavra com a qual mais nos identificamos hoje.

Psicanalista que sou, convido meus mestres…

Freud já no final de sua vida teria confidenciado à sua amiga e discípula Marie Bonaparte:

“A questão que nunca foi respondida e que eu ainda não tenho sido capaz de responder, apesar de meus trinta anos de pesquisa sobre a alma feminina é: o que quer uma mulher?”

À esta reflexão, Lacan acrescenta  sua polêmica e deliciosa  afirmação/ provocação: “A mulher não existe”… Isto tudo para nos dizer  o que, me parece, Freud já teria indicado de certa forma:

O conceito de “A” mulher de fato não existe, porque nós mulheres  temos a capacidade de sermos uma a uma, de dispensarmos o coletivo que nos aprisiona quando nos define e nos reduz. Não queremos, nem precisamos ser,  representantes de nossa “Condição”. Vamos sendo…

Para mim o que temos realmente  a celebrar neste dia é a liberdade conquistada de podermos ser uma, dentre tantas mulheres. Tão somente uma. E a de sermos ouvidas a partir de nossas individualidades, de nossas experiências, de nossas falas e da expressão do que queremos como indivíduos, em nossas radicais diferenças, sem necessitarmos de padrões pré-fixados que nos digam o que queremos ou devemos ser!

Demos luz à diversidade! Precisa dizer mais?

Neste dia então, proponho que celebremos o maravilhoso fato de podermos ser cotidianamente “esta metamorfose ambulante”…”

CHEERS

Dora Gurfinkel Haratz é psicanalista e terapeuta de família e casal.

 

Como a prática da gratidão pode melhorar a sua vida! por Cris Chiavenato

Como a prática da gratidão pode melhorar a sua vida! por Cris Chiavenato

E mais: 4 dicas simples que você pode implementar ainda hoje!

Quanto tempo do seu dia você pensa no que tem a agradecer, comparado com o que você gasta pensando em seus problemas?

A verdade é que a maioria das pessoas tem muito mais consciência do que está faltando em suas vidas, do que gratidão pelo que está funcionando bem.

Cultivar a gratidão no dia a dia é bem simples e lhe trará inúmeras vantagens.

De acordo com estudos científicos conduzidos por Robert Emmons e outros cientistas renomados, pessoas que praticam a gratidão experimentam uma melhora substancial em sua saúde física, bem-estar psicológico e nos seus relacionamentos.

Veja como isso ocorre:

  • Na parte física – o sistema imunológico fica mais fortalecido, sofrem menos com dores e incômodos físicos,a pressão arterial fica mais controlada, exercitam-se mais e cuidam melhor de sua saúde, dormem melhor e sentem-se mais vibrantes quando acordam.
  • Na parte psicológica – sentem mais emoções positivas, mais prazer em viver, são mais otimistas e felizes.
  • Na parte social – são mais generosas, sentem mais compaixão, perdoam com mais facilidade e sentem-se menos sozinhas.

Quem não quer usufruir de todos esses benefícios?

Além disso, os pesquisadores também constataram que com a prática frequente da gratidão, acumula-se uma espécie de “sistema imunológico psicológico” que pode nos proteger e amparar sempre que passamos por fases difíceis na vida.

Embora existam várias maneiras de se praticar a gratidão, algumas das minhas favoritas são:

1 – Ter um Pote ou Jarra da Gratidão

Tenha um pote transparente na sua casa onde todos da família possam vê-lo facilmente (o meu fica perto da mesa da cozinha). Escreva frequentemente o que você tem a agradecer, coloque os papéis no pote e incentive todos da família a fazerem o mesmo. Aqui em casa nós escrevemos em papéis coloridos – cada um tem uma cor. O pote fica lindo e funciona também como um lembrete visual das muitas bênçãos que temos em nossas vidas. Essa é uma ótima maneira de ensinar a prática da gratidão para as crianças e adolescentes.

Você pode escolher uma data do ano para abrir o pote com toda a família e ler os papeizinhos. Aqui em casa nós fazemos isso no dia de Ação de Graças. Esse é um momento muito especial e já virou uma tradição gostosa para a minha família.

2 – Criar um Diário da Gratidão

Todas as noites, antes de dormir, escreva cinco coisas que você tem para agradecer, ou seja, cinco coisas boas que te aconteceram naquele dia, mesmo que sejam pequenos detalhes.

Minutos antes de dormir é um excelente momento para escrever, pois você irá dormir com a sua mente inundada de pensamentos e sentimentos positivos.

Você pode ser grato, por exemplo, por um elogio que recebeu naquele dia, por um abraço que recebeu de alguém que você ama, por ter tido uma ideia brilhante, por ter recebido ajuda de alguém, por estar vivo, etc.

E se você quiser, você também pode compartilhar seu diário com familiares e com os seus amigos para incentivá-los a fazer o mesmo.

3 – Escreva uma Carta de Gratidão

Outra opção é escrever uma carta de gratidão para uma pessoa em sua vida. Cartas de gratidão podem proporcionar emoções fortes e felicidade de longa duração. Você pode entregar a carta para o destinatário, ou não.

Pense em alguém que ao longo dos últimos anos tenha sido especialmente importante na sua vida e que você nunca expressou a sua gratidão de uma forma profunda. Por exemplo, pode ser seus pais, filhos, alguma outra pessoa da família, amigos, professores, médicos, empregadores, empregados e assim por diante. Também pode ser alguém que você acabou de encontrar e que lhe deu um sorriso, ou lhe disse algo que lhe fez se sentir melhor. Você pode escrever uma carta por semana ou sempre que se sentir inclinado a fazê-lo.

Atenção: Se você for bem emotivo como eu, não se esqueça de ter uma caixa bem grande de lenços de papel à mão!

4- Afirmações de Gratidão ao acordar pela manhã

Todas as manhãs, assim que você abrir os olhos, em vez de deixar a sua mente ser inundada por preocupações e todas as espécies de pensamentos negativos, repita afirmações positivas de gratidão. Aprendi essa técnica com Louise Hay, famosa autora de vários livros de autoajuda. Você pode dizer, por exemplo: Agradeço a Deus por estar vivo, agradeço pela minha cama confortável, quentinha e limpa, agradeço por poder enxergar todas as belezas do mundo, agradeço por ter o que comer, agradeço por ter um teto onde morar, etc.

Como você pode ver, praticar a gratidão de uma maneira consciente e consistente lhe trará muitas vantagens: irá melhorar sua saúde, seu humor, seus relacionamentos e ainda ajudará você a lidar melhor com os problemas que possam surgir no seu dia a dia!

Sugiro que você experimente uma ou algumas das ideias acima por 30 dias seguidos e depois me diga como você se sente.

Praticar ou não a gratidão é uma escolha! Qual é a sua?

 

 

 

 

 

E SE, NO FINAL, TUDO DER CERTO? por Cris Chiavenato

E SE, NO FINAL, TUDO DER CERTO? por Cris Chiavenato

Sempre que estamos preocupados com algo, seja com nossa saúde física, com algum relacionamento, com nossa situação financeira, com dilemas no trabalho, com nossos filhos, etc., é comum focarmos no negativo, ou seja, no que não queremos que aconteça!

Isso ocorre porque nossa mente presta mais atenção no negativo do que no positivo. Se tivermos nove acontecimentos positivos no nosso dia e somente um acontecimento negativo, de qual você vai se lembrar mais?

Pesquisadores acreditam que a capacidade de enfatizar o negativo é resultado de um fenômeno evolutivo. Desde nossos primórdios, estar consciente e evitar o perigo têm sido uma habilidade fundamental para a sobrevivência do ser humano. O psicólogo e cientista Dr. Rick Hanson diz que nossos cérebros são “Velcro para a negatividade e Teflon para a positividade”. O que ocorre é que nossas preocupações, infelizmente, aderem nas nossas mentes muito mais do que nossas experiências positivas.

Eu vejo esse fenômeno acontecendo diariamente com meus clientes de Coaching, com as pessoas ao meu redor, e às vezes comigo mesma. O importante é que, com uma prática simples, podemos reverter essa negatividade.

Um dos meus clientes (coachee) queria ser promovido no trabalho, mas não sabia se seria capaz de exercer bem as novas funções. Ele já tinha pleiteado a promoção uma vez, sem êxito, então, naturalmente, estava com receio de tentar novamente.

Em uma das nossas sessões, eu pedi para ele fazer o seguinte exercício: escrever todo e qualquer pensamento que o estava incomodando – pensamentos negativos – com relação à tão desejada promoção, começando com: E se…

A lista dele ficou mais ou menos assim:

  • E se eu aplicar para a promoção novamente, mas não for aceito?
  • E se eu for aceito, mas não conseguir exercer bem as minhas funções?
  • E se eu não “der conta” do trabalho?
  • E se as pessoas me julgarem por isso?
  • E se eu ficar estressado com o novo cargo?
  • E se eu acabar saindo do meu equilíbrio?
  • E se eu perder o emprego por estar fazendo algo além das minhas habilidades?

Depois que ele tomou consciência de todos os pensamentos negativos que estava tendo, eu pedi para ele fazer outra lista supondo que tudo daria certo.

A nova lista ficou assim:

  • E se eu aplicar para o novo cargo, e for aceito?
  • E se eu me der super bem no novo cargo?
  • E se eu conseguir me organizar para fazer tudo o que preciso?
  • E se eu tiver ajudantes eficientes, que facilitem o meu trabalho?
  • E se eu me surpreender comigo mesmo?
  • E se a minha capacidade for muito além do que eu imagino?
  • E se eu conseguir me manter equilibrado emocionalmente?
  • E se essa promoção me trouxer muitas surpresas agradáveis?
  • E se o Universo estiver conspirando ao meu favor?
  • E se, no final, tudo der certo?

Que mudança! Esse exercício é muito simples, mas muito poderoso! Ele transforma nossa energia rapidamente. Com uma energia mais positiva, ficamos mais leves de corpo e alma e abrimos espaço para a criatividade fluir e para encontrarmos soluções para nossos problemas. É possível sentirmos a tensão amenizando no nosso corpo no momento em que mudamos nosso foco.

A verdade é que temos a tendência de fazer suposições negativas – como no “Velcro para a negatividade” – sem nem sabermos qual vai ser o resultado final da questão.

Se não sabemos com certeza se vamos “falhar” ou se vai dar “tudo errado” – e é impossível sabermos com segurança – qual é a vantagem de antecipar ou sofrer por algo negativo que pode nem mesmo vir a acontecer? Você já percebeu que a maioria das nossas expectativas e previsões negativas nunca acontece?

Da próxima vez que você estiver preocupado com algo, identifique os seus pensamentos negativos, como foi feito no caso acima, e transforme-os para possibilidades positivas – E se, no final, tudo der certo?!   

Assim você vai agir em direção aos seus objetivos com mais confiança e otimismo, e terá mais chances de alcançar o que deseja.

Aguardo seus comentários!

 

Você sabe o que é Life Coaching? por Cris Chiavenato

Você sabe o que é Life Coaching? por Cris Chiavenato

Dez anos atrás eu tinha somente uma vaga noção do que era Life Coaching – meu conhecimento vinha apenas dos livros de autoajuda que eu havia lido, escritos por Life Coaches americanos. Só pude entender o trabalho desenvolvido por um Coach quando tive a oportunidade de experimentar pessoalmente o processo de coaching.

Isso aconteceu quando uma amiga me introduziu a uma Life Coach que ficou interessada no meu conhecimento sobre Reiki (sistema de harmonização e reposição energética), e sugeriu que fizessemos uma troca – ela me faria doze sessões de Coaching e eu faria para ela doze sessões de Reiki – mal sabia eu que esse seria um momento de virada total na minha vida!

Desde a primeira sessão, senti uma mudança incrível na minha energia!

Minha coach me ajudou a identificar as minhas metas, os meus sonhos, os meus valores, e o que era realmente importante pra mim. Um dos meus objetivos era mudar de carreira (eu era advogada na época), mas todas as ideias que eu tinha em mente não eram muito animadoras. Minha indecisão e falta de foco para chegar onde eu queria estavam consumindo a minha energia e afetando outras áreas da minha vida, como os meus relacionamentos, saúde, e até mesmo a minha estima.

Durante o processo de Life Coaching nós analisamos os obstáculos no meu caminho – muitos deles uma surpresa pra mim – exploramos diferentes perspectivas e criamos um plano de ação para eliminar as barreiras que me impediam de atingir os meus objetivos.  Eu tinha muita resistência para sair da minha zona de conforto (alguém se identifica?) e explorar uma profissão diferente, mas com as ferramentas do coaching, com uma melhora no meu autoconhecimento, com passos pequenos, e com suporte constante da minha coach que sempre cobrava resultados do que eu me propunha a fazer, eu consegui chegar aonde eu queria. A cada passo que eu dava em direção ao meu objetivo, a minha energia se expandia.

Os resultados que obtive com o processo de coaching foram muito além das minhas expectativas, pois consegui não só descobrir que a minha verdadeira paixão é ajudar e incentivar as pessoas a buscarem o que lhes fazem felizes – por isso me tornei uma Life Coach – como também senti uma melhora profunda nos meus relacionamentos, na minha energia e saúde física e mental.

O papel do Coach, de uma maneira simplista, é ajudar as pessoas a atingir os seus objetivos, identificando, explorando e eliminando os bloqueios existentes.

Coach não dá conselhos – ele se torna “parceiro” do cliente e o ajuda a encontrar as respostas dentro de si mesmo. Durante o processo de Coaching, o Coach faz perguntas, confronta, investiga e estimula as pessoas a fazerem descobertas usando técnicas e ferramentas específicas.

Life Coaching engloba todas as questões relacionadas à vida pessoal, ou seja, relacionamentos (inclusive no trabalho), família, transições, saúde, autoconfiança, autoconhecimento, comunicação, finanças, administração do tempo, controle do estresse, planejamento pessoal, entre muitas outras.

Na minha experiência em ambas as posições – como cliente (coachee) e como Life Coach – aprendi que quando identificamos o que queremos, focamos para atingir os resultados almejados, e estamos dispostos a tomar as medidas necessárias para eliminar as barreiras existentes, nossa energia, confiança e motivação expandem e somos capazes de conseguir muito mais do que imaginávamos que poderíamos!

Cris Chiavenato é Life Coach certificada pelo Institute for Professional Excellence in Coaching (iPEC) e pela International Coach Federation (ICF). A partir de agora ela estará sempre postando ideias e dicas na Sessão Positividade.