Coluna da Beth Accurso

Beth Accurso, CEO da Eduvir, possui sólida experiência em consultoria educacional, aprendizagem corporativa, competências organizacionais, estilos de liderança, aprendizagem para resultado e gestão do capital humano. É MBA pelo COPPEAD-UFRJ, se formou em Psicologia, possui especialização em Desenvolvimento de Executivos e em Liderança. Atuando há mais de 25 anos, exerceu funções gerenciais e executivas na área de RH, Desenvolvimento Organizacional e Planejamento Estratégico em empresas de grande porte como Lojas Americanas, Mesbla e Rede Globo de Televisão. Foi a responsável pela implantação da Uniglobo Virtual, a Universidade Corporativa da Rede Globo para as emissoras Afiliadas em todo o Brasil.

A

Posts mais recentes


Comunicação Assertiva

Assumir as rédeas da própria vida e deixar de ser refém de acontecimentos indesejáveis, situações ou pessoas é uma escolha de cada um de nós. Às vezes pode parecer difícil, mas é sempre possível. Quando a dificuldade for estabelecer limites claros, busque os seus direitos sem desrespeitar os dos outros. A comunicação assertiva é uma competência que fortalece as relações interpessoais e favorece você a atingir os resultados desejados. A comunicação e o relacionamento interpessoal são exigências primárias para o sucesso de qualquer profissional. O diferencial está em construir relações duradouras que possibilitem o fortalecimento das alianças e a obtenção de apoio e recursos para atingir os resultados. Os relacionamentos produtivos são decorrência de uma comunicação franca e assertiva – os interesses da organização são defendidos sem desrespeitar os das partes envolvidas, fortalecendo a confiança. Alguma desinibição nas relações interpessoais e certa facilidade de expressão ajudam, mas a maior parte das características importantes para um bom desempenho pode ser aprendida e desenvolvida. Convido você a refletir sobre a sua capacidade assertiva, e depois analisar os seus...

Que novo mundo é este, onde habitam os Pós-Millennials?

Se um de nós acordasse em 2017, após um congelamento de 20 anos, pensaria que está em outro planeta. Um planeta onde uma geração de jovens adolescentes, a “Geração Z” ou Pós-“Millennials”, é um dos principais centros de atenção da sociedade e cujo comportamento destoa completamente do que observávamos antes de “hibernar”. Estes jovens só funcionam com as “extensões tecnológicas” de seus corpos: smartfones, pulseiras e relógios com muitas funções “smart” e headfones wireless. Eles usam uma multiplicidade de apps para se orientar e viver seu dia a dia. (Precisaríamos explicar o que são apps a esta pessoa que acaba de despertar!) Comunicam-se incessantemente, fotografam, fazem vídeos, compartilham suas fotos e vídeos. Escrevem pouco, leem menos ainda e seu vocabulário contém palavras e siglas novas e desconhecidas, que ainda não estão nos novos dicionários. Mas quem precisa mesmo de dicionários, se o Google assumiu esta complexa e agora simples função de encontrar tudo, inclusive significados? Pós-Millennials, assim como todos nós, vivem hoje num planeta sem fronteiras, onde é possível ter acesso a qualquer lugar do mundo, sem sair de casa. E seus relacionamentos são também muito virtuais, e bem menos reais do que os das outras gerações. As experiências e amizades são ao mesmo tempo compartilhadas e facilmente descartadas. A definição de celebridade foi mudada por eles, assim como o sentido da privacidade. Novas profissões surgiram totalmente vinculadas aos meios digitais, que eles dominam com maestria. Eles decretam em alguns minutos a obsolescência dos produtos e serviços, o que as gerações anteriores definiam em termos de anos. Eles estão em constante ansiedade para mudar. Mudar de amigos, de escola,...

Feliz Ano Novo!

O Natal chegou e com ele o final do ano que nos leva a refletir sobre o período que passou e o novo ano que está por vir. A maioria das pessoas começa a repensar a própria vida, avaliar o que realizou e o que deseja mudar. Essa reflexão possibilita a reorganização interna e externa para melhor desfrutar de 2017. É o momento de considerar o quanto se esta satisfeito com a vida afetiva,  profissional e com a relação consigo mesmo. É tempo de pensar sobre a qualidade das relações pessoais e profissionais que estabelece com aqueles que o cercam. Você esta satisfeito com seus relacionamentos pessoais? As pessoas com quem você convive te fazem bem? Quais os seus comportamentos que têm sido elogiados e quais têm sido criticados por amigos, colegas de trabalho e familiares? Essa reflexão pode te ajudar a melhorar a qualidade de seus relacionamentos, reduzir os conflitos e aumentar a satisfação nas suas relações. E sua vida profissional, você esta satisfeito com o seu trabalho? Você se sente realizado? Sente-se reconhecido e valorizado? Avalie os prós e contras de seu trabalho e mãos a obra para atingir mais satisfação em 2017. E sobre você mesmo, está satisfeito com a pessoa que é? Quais são suas maiores qualidades? Quais defeitos você deseja superar? Esta satisfeito com a sua imagem pessoal? O que o tem impedido de alcançar as transformações que deseja? Reflita sobre seus hábitos e se esforce para mudar o que tem te trazido insatisfação. Não perca mais tempo, aproveite o final do ano para reavaliar seus projetos pessoais e profissionais e busque as transformações...